Qual o problema da Criação e Venda de Cães

Algumas vezes a criação e venda de cães é condenada de um jeito raivoso, que não deixa clara a razão da condenação. Mas existem problemas reais, que devem ser explicados.

Qual o sentido da venda de cães

Um dos primeiros questionamentos que deve ser feito em relação ao assunto é se tem sentido vender cães ou outros animais. Isso até pode ser considerado algo subjetivo. Mas a questão é: Você acha que seria aceitável vender bebês humanos? Se for, então é lógico que o mesmo se aplique para os outros animais. Se não for aceitável, por que então com os cães seria diferente?

Mas mesmo sem entrar nesse aspecto, existem problemas de ordem prática que surgem com a criação e venda de cães, que os prejudicam diretamente.

Atribuição de valor financeiro aos cães

Existem muitos criadores de cães que os tratam bem, ou pelo menos tentam tratar. Essa é a principal queixa dos criadores, uma reação contra a afirmação generalizada de que criação é sempre uma desgraça. Existem diferenças de um canil para outro, isso é fato. Desde os mais agradáveis para os cães até os verdadeiros infernos. A questão não é então colocar todos no mesmo pacote. O problema é que a simples existência de um valor financeiro para cães de raça gera duas situações muito ruins:

Uma é a existência dos canis inferninhos. Nem todos deixam a ambição falar mais alto do que a compaixão pelos cães que são criados, mas se alguém mais insensível calhar de querer usar os cães para conseguir dinheiro fácil, pronto, ele tem a oportunidade. E é o que acontece.

A segunda situação que surge do fato de alguns cães valerem dinheiro, é que eles viram alvos de roubo. Cães são roubados nas ruas, e em seguida vendidos, sem que o comprador nem saiba de onde eles vieram. Isso não teria como acontecer se eles não pudessem ser vendidos.

A quantidade de cães a serem adotados

A expressão “Não compre, adote” é muito comum, e tem embasamentos muito reais para existir. Não é uma simples preferência a cães sem raça, que seria absurda assim como é absurda a preferência de cães de raça. Na verdade o estímulo à adoção tenta chamar a atenção para a enorme, gigantesca quantidade de cães abandonados, precisando de resgate e adoção. A criação de novos cães para serem vendidos acaba aumentando esse problema, pois surgem mais cães, basicamente. E esses cães vão para pessoas que poderiam ter acolhido os cães que já existiam.

Embora cães sejam sempre ótimos, é ruim para eles mesmos se o número de sua espécie for grande demais, pois isso significa que eles não irão ser todos bem cuidadosDepois que os cães de raça já nasceram, com certeza eles merecem uma vida digna, tanto quanto qualquer cão sem raça. Mas o ponto é que eles não deviam estar sendo assim intencionalmente multiplicados.

problema da criação e venda de cães

Existe uma superpopulação de cães, então o que menos se precisa é que essa população seja aumentada. Para ver essa triste realidade, é só conhecer os vários abrigos de cães, sempre superlotados. Os cães que vivem ali, mesmo com as boas intenções dos cuidadores, se estressam, brigam e ficam sem atenção e cuidados, simplesmente porque estão em enormes quantidades. Só no Brasil, são dezenas de abrigos com centenas de cães dada um. Isso significa milhares de peludos precisando de ajuda. Não de mais cães no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *